Maria Fátima Pientznauer

AMOR E PAIXÃO, GRANDE EXPLOSÃO!

Textos


A DOR DO TEMPORAL.

QUANTA TRISTEZA EXISTE AGORA NO MEU PEITO,
CREIO QUE FOI O TEMPORAL QUE MEXEU COM MEUS SENTIMENTOS,
FICO PENSANDO NOS DANOS QUE ELE A OUTROS, CAUSOU,
SINTO PELAS PESSOAS, MUITA DOR E SOFRIMENTO.

AO CAIR A CHUVA FORTE,
VERIFIQUEI O QUANTO SOU FRACO,
PESSOAS QUERENDO DA CHUVA SE ABRIGAR,
MAS, A TEMPESTADE TEIMAVA EM AÇOITAR.

NÃO POSSO NEM IMAGINAR,
QUANTAS PESSOAS ESTÃO A CHORAR,
CREIO QUE CONTINUARÃO A LAMENTAR,
ENQUANTO, A DOR CAUSADA PELO TEMPORAL DURAR.

GENTE DESABRIGADA,
CASAS DESTRUÍDAS,
É UMA TRISTE VISÃO,
A VISTA DA DEVASTAÇÃO.

RUAS ALAGADAS E ENLAMEADAS,
O TRÂNSITO CONFUSO,SEM SABER SUA PARADA,
É UM TUMULTUO, ENFIM,
E EM ALGUMAS VIDAS, A TEMPESTADE COLOCA UM FIM.

MUITOS LAMENTAM OS BENS MATERIAIS PERDIDOS,
MAS, AINDA CONFUSOS, AGRADECEM,
POIS, OS QUE SÃO CAROS NÃO PERDEREM,
AGORA É RECOMEÇAR, MESMO QUE SEUS CORAÇÕES ESTEJA A SANGRAR.

 
Maria Fátima Pientznauer Corrêa de Sá Pierrotti
Enviado por Maria Fátima Pientznauer Corrêa de Sá Pierrotti em 28/08/2021


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras