Maria Fátima Pientznauer

AMOR E PAIXÃO, GRANDE EXPLOSÃO!

Textos


BUSCA.

UM DIA SAÍ PELAS RUAS,
A LHE PROCURAR,
CHOREI NO RELENTO DA NOITE,
SEM TE ENCONTRAR,

QUEM SABE NAS VOLTAS DO MUNDO,
VOCÊ FIQUE SABENDO, E VENHA ME CONSOLAR,
NÃO DEMORE MEU BEM,
ESTOU COMO A AGONIZAR.

A DOR DA SAUDADE APERTA,
QUANDO EU LHE PROCURO COM O MEU OLHAR,
MINHA CABEÇA VAZIA,
SÓ PENSO EM VOCÊ, NOVAMENTE PODER TOCAR.

NÃO SE DEMORE A VIR,
CHEGUE PERTO DE MIM,
E DIGA COM O SEU OLHAR,
COISAS QUE AS PALAVRAS NÃO PODEM CONTAR.

DESCULPE OS ERROS QUE TIVE,
E QUE NO PASSADO LHE FIZ CHORAR,
PERDOE ESTE POBRE COITADO,
QUE VIVE NAS NOITES, TEIMANDO LHE ACHAR,

CADA ROSTO QUE VEJO,
TENHO A IMPRESSÃO,
QUE É VOCÊ QUEM ESTÁ VINDO,
MAS, AO ME APROXIMAR, VEJO QUE ERA ILUSÃO.

DÊ-ME MAIS UMA OPORTUNIDADE,
PARA EU ME ENTREGAR EM TUAS MÃOS,
DESTA VEZ SEM LOUCURAS, VENHO LHE IMPLORAR,
ACEITE ESTE MEU SENTIMENTO, QUE DESEJO TE OFERTAR.

NÃO MAIS SEM VOCÊ,
QUERO ESTA VIDA LEVAR,
EU SÓ NÃO SABIA,
A VERDADE QUE EXISTIA,
NESTE MEU JEITO DE TE AMAR.
Maria Fátima Pientznauer Corrêa de Sá Pierrotti
Enviado por Maria Fátima Pientznauer Corrêa de Sá Pierrotti em 28/08/2021


Comentários



Site do Escritor criado por Recanto das Letras